Itaíba ganha Escola Técnica e Abatedouro

Governador Paulo Câmara autorizou, nesta quarta, a construção dos equipamentos no município do Agreste

Foto:Wagner Ramos/SEI

ITAÍBA - O Governo do Estado assegurou dois importantes equipamentos públicos para a população de Itaíba, município do Agreste pernambucano. Durante agenda administrativa, na tarde desta quarta-feira (29.06), o governador Paulo Câmara autorizou a construção de uma Escola Técnica Estadual (ETE) e um Abatedouro Municipal. Obras que, quando concluídas, garantirão educação, desenvolvimento econômico e segurança alimentar para a região. 

Para erguer a ETE no município, o Governo do Estado vai investir cerca de R$ 13,5 milhões. A unidade de ensino contará com 12 salas de aula, seis laboratórios (línguas, informática, física, biologia, química e matemática), além de dois laboratórios especiais, quadra coberta com vestiários.  A estrutura terá, ainda, diretoria, secretaria, arquivo, almoxarifado, reprografia, coordenação pedagógica, sala de professores, sede de grêmio estudantil, auditório, biblioteca, recreio coberto, refeitório, cozinha e cantina. 

Diante da comunidade escolar da região, o chefe do Executivo estadual destacou o compromisso do Governo do Estado com o fortalecimento do Ensino Técnico. “Pernambuco, há nove anos, tinha apenas seis escolas técnicas funcionando. Hoje temos 35 e estamos dando a ordem para abertura do edital da 42ª unidade, que vai ficar pronta até o final de 2017. A educação técnica já faz parte da realidade de todas as regiões do Estado. Realidade essa que vai ajudar muito na qualificação profissional e na qualidade de ensino para esses jovens chegarem preparados à universidade”, cravou Câmara.

CRONOGRAMA - Com a publicação do edital, autorizada pelo chefe do Executivo estadual, a próxima etapa para construção da ETE é a realização do processo licitatório, que deverá durar cerca de 90 dias. Em seguida, será dada ordem de serviço para construção da unidade de ensino. 
SAÚDE PÚBLICA - Com previsão de investimento de R$ 1,5 milhão, o Abatedouro Municipal de Itaíba vai dar as condições necessárias aos criadores de animais de comercializarem seus produtos com segurança alimentar, uma vez que o equipamento garante a humanização do abate, realizado através de pistola pneumática. A técnica, por consequência, eleva a qualidade no fornecimento das carnes. A previsão é de que o equipamento possa agregar, após elaboração do projeto, os municípios de Manari e Tupanatinga, reunindo condições para o abate de 30 a 40 animais por dia. O local será administrado pela prefeitura com o apoio da Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (Adagro). 

O governador Paulo Câmara afirmou que dotar todas as regiões pernambucanas de abatedouros é uma política de Estado. “É muito importante para saúde pública e para qualidade da comercialização desses produtos, que são tão fortes no Agreste, dotar os municípios de local adequado para o abate dos animais, em condições higiênicas e de acordo com as regras ambientais”, ponderou. 

Ao destacar que outros três equipamentos já foram entregues nos municípios de São Joaquim do Monte, Quipapá e Ibimirim, o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, afirmou que a iniciativa “dialoga não apenas com o ponto de vista econômico, organizando melhor a cadeia produtiva da carne, mas também com a saúde da população”. E completou: “É com um conjunto de políticas integradas que vamos organizando melhor esse setor”. O gestor também lembrou que a melhoria da gestão deste segmento também contempla a entrega de caminhões frigoríficos que realizam o transporte dos produtos dos abatedores para os centros de comercialização. 

Com a autorização da elaboração do projeto técnico, as etapas seguintes envolvem o lançamento de edital, seguida da ordem de serviço para construção do abatedor. 

ASCOM

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.