Acessibilidade é tema principal de série de capacitações em Garanhuns


O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comud) de Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, irá realizar, a partir da próxima semana, uma série de oficinas e palestras, incluídas no Projeto de Fortalecimento do Comud. O objetivo da capacitação, assim como o próprio nome do projeto sugere, é fortalecer o conselho por meio da aquisição de equipamentos acessíveis para serem utilizados pelo órgão e orientar conselheiros e profissionais das organizações que atuam com pessoas com deficiência.

O primeiro encontro da capacitação acontecerá na manhã da próxima segunda-feira (20), no auditório da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (Aesga). Na ocasião, serão discutidos três temas principais: a interação democrática entre Estado e sociedade civil como instrumento de fortalecimento da democracia participativa; fortalecimento dos direitos humanos como instrumento transversal das políticas públicas e de interação democrática e a promoção e proteção dos direitos das pessoas com deficiência e garantia da acessibilidade igualitária. Ao final da capacitação, os participantes receberão certificado de conclusão.

A secretária-executiva do Comud, Rita de Cássia, relata a importância de momentos como esse. “A partir disso, a visão dos direitos das pessoas com deficiência será ampliada. E a nossa meta é fazer com que essas informações sejam disseminadas de uma forma mais clara, porque é um público que ainda tem sofrido muita discriminação, muito preconceito, e seus direitos ainda têm sido violados. Então nós queremos que seja retirado esse estigma de que a pessoa com deficiência deve ficar em casa, e iremos propagar os direitos das pessoas com deficiência e propagar essas pessoas como cidadãos que podem desenvolver atividades, que pode ser um profissional, que tem direitos à educação, ao lazer e ao esporte, por exemplo”, pontua.

A capacitação acontecerá em várias etapas, com dias alternados, seguindo até o dia 15 de julho. A ação contará com palestras em diversas temáticas, curso de libras, capacitação de conselheiros e servidores para uso de equipamentos e softwares de recursos técnicos em acessibilidade, oficina sobre acessibilidade, incluindo tanto a abordagem teórica das normas brasileiras de acessibilidade da ABNT, como a parte prática da ajuda técnica para pessoas com deficiência. Além disso, serão trabalhadas algumas noções básicas de orientação e mobilidade de pessoas com deficiência visual e haverá discussão sobre o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, entre outros debates.

Ruthe Santanna

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.