Tropa do Balaco Baco abre temporada de espetáculos em Arcoverde



Alô apaixonados pelo teatro em Arcoverde preparem a agenda que vem muita coisa boa por aí. A nossa Tropa do Balaco Baco, abre neste sábado, 30 de abril, mais uma temporada de espetáculos em Arcoverde. Serão dois fins de semana repletos de boa arte na Estação da Cultura.



Nos dias 01 e 08 de maio acontece o espetáculo O Espelho da Lua” onde seis atores/contadores em cena recriam o encantador universo Amazônico da Lenda da Vitória Régia. Naiá, indiazinha apaixonada por Araúna, a Lua, que tem por desejo maior ser estrela e viver ao lado do seu amado lança-se numa jornada
repleta de fantasias, mistérios e descobertas na busca de seu amor quando depara-se com Atiê, índio guerreiro por ela apaixonado, que confundirá os caminhos da indiazinha transformando-se nos mais diversos elementos da natureza. Numa incansável aventura trilhada entre o céu, o fogo e a terra, é nas asas do vento que Naiá
finalmente pontua seu destino ao deparar-se com o espelho da Lua refletido nas águas do mais belo lago daquele lugar.

Já nos dias 30 de abril e 07 de maio acontece  “RETETEI” é um espetáculo de Mamulengos, uma brincadeira de Rua que conta a história do menino Chico Catolé, moleque treloso, brincalhão e inventador de conversa que foi criado pelas trigêmeas cantadoras de samba de coco; Maria da Paz, Maria das Dores e Maria da Luz.

A Trama se passa no Sertão Pernambucano, onde Chico depois de contar muita mentira e criar uma confusão danada para as suas mães encontra-se com um misterioso velhinho - O Papa Figo, figura central de uma lenda contada por gerações naquele lugar. 

Num jogo de perguntas e respostas entre o velho e o mentiroso, dá-se o ocorrido: o Papa Figo ganha a disputa e como recompensa segue seu caminho levando o fígado de Chico, mas antes de partir enfeitiça o menino transformando-o num aprendiz de Papa Figo.
Com a ajuda dos seus amigos, o menino acha uma possível solução para reverter esse quadro... É então que começa a sina de Chico Catolé pra desfazer o RE TE TEI em que se meteu
O valor da entrada nos espetáculos quem vai definir são os espectadores. A Tropa decidiu trazer para Arcoverde a ideia “Pague quanto puder”, onde quem decide o valor dos ingressos é o público.
Evoé! 
Amannda Oliveira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.