Começam os ensaios do “Horizonte da Paixão” 2012.

março 31, 2012

      Uma encenação emocionante está sendo preparada para a 12ª edição do espetáculo “Horizontes da Paixão” 2012 em Arcoverde no mês de abril. Já começaram os ensaios com um grupo aproximado de 150 atores que farão parte de toda a apresentação da passagem de Cristo. O evento acontece anualmente no Pátio do CECORA, e percorre as principais ruas e avenidas da cidade, são esperadas mais de cinco mil pessoas para acompanhar as mais de duas horas de espetáculo.

Realizado pelo Sesc Arcoverde o “Horizonte da  Paixão” envolve pessoas comuns de todas as idades que se transformam em atores para a viver a maior saga cristã. Encena quadros desde a última ceia de Cristo com os apóstolos até a sua morte e ressurreição.

No total são 40 cenas, com um elenco formado por 150 pessoas, entre atores e figurantes, inclusive membros do grupo da terceira idade do Novo Horizonte, atores do Movimento Cultural de Arcoverde, alunos do grupo de teatro do Sesc Arcoverde, além de estudantes da Educação de Jovens e Adultos e Educação Infantil. Destaque para o ator do Sesc Arcoverde, o arcoverdense Djaelson Quirino, que vai interpretar Jesus. Miro Carvalho assina a produção e direção geral do espetáculo, além de cinco diretores de cena.

ENSAIOS - A participação da comunidade é essencial para a realização da encenação, o Sesc Arcoverde convida os arcoverdenses para participarem dos ensaios que já estão sendo realizados.
O “Horizonte da Paixão” será realizado nos dias 5, 6 e 7 de Abril | 20h no Pátio do CECORA – Centro Comercial de Arcoverde.

Informações: Assessoria

Remédios distribuídos pelo SUS terão novas embalagens.

março 31, 2012


Embalagens de medicamentos distribuídos pelo governo federal vão mudar. A informação da alteração foi determinada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com o objetivo de tornar mais fácil a identificação de produtos pelos pacientes uma vez que muitos confundem as embalagens e correm o risco de tomar a medicação errada.
As novas regras também reforçam a proibição da venda do produto. 
A mudança foi estudada ao longo dos últimos dois anos pela Anvisa e passam a valer para licitações feitas depois de 29 de setembro. A partir da data, todas as empresas que quiserem vender para o Ministério da Saúde terão de ter condições de fazer rotulagens já com as novas regras determinadas pela agência.
Amannda Oliveira

Notícias de Pesqueira.

março 31, 2012

A Prefeitura de Pesqueira, através da Secretaria de Educação,  entregou nesta sexta-feira (30), entregou aos professores efetivos da rede municipal notebooks e os convidou  a participar da palestra intitulada: " Novas Tecnologias" ministrada pelo ilustríssimo Sr. João Carlos Duarte - Gerente Geral de Tecnologia da Informação do Estado de Pernambuco e o Sr. Waldeck Santiago - Gestor de Gerência e Articulação dos Municípios de Pernambuco. A ação faz parte do Projeto Professor Digital que busca incluir os docentes na era da informatica e prestar formação.


No período de 01 a 06 de abriu, a  cidade de Pesqueira realiza uma programação voltada para a Semana Santa que conta com a apresentação do espetáculo da paixão de Cristo.
Dias 01, 04 e 06 às 20h acontece celebração do Convento Franciscano, já nos dias 03 e 05 no mesmo horário no teatro Municipal José do Rego Maciel acontece o espetáculo da Paixão de Cristo.



Nos próximos dias a Secretaria do Meio Ambiente vai disponibilizar uma nova sementeira para a cidade, na buscar de ampliar a arborização na ruas. A ação faz parte do Projeto  “Árvore é vida”.





A Secretaria de Assistência Social implantará na próxima terça-feira (03) na Comunidade Quilombola da cidade, o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil -PETI.


Amannda Oliveira

CONVITE.

março 31, 2012

Sesc Arcoverde apresenta o espetáculo Horizontes da Paixão em coletiva de imprensa.

março 31, 2012

Começar a 12 anos um espetáculo tendo que correr atrás do público e hoje ver o público seguir pelas ruas de Arcoverde a nossa arte, é saber que acertamos no caminho escolhido e isso faz a todos realizados. 

Assim podem ser definidas as palavras do teatrólogo, diretor, ator e produtor cultural Miro Carvalho, ao falar sobre o espetáculo Horizonte da Paixão, na tarde desta 6ª feira, 30, em coletiva com a imprensa local. Presentes os blogs: Conectado Pernambuco, Arcoverde de Todos, Xis Club; o Jornal Portal do Sertão e o jornalista Muriê Morais, a jornalista Teresa Padilha (assessora de imprensa da Prefeitura Municipal), nenhuma rádio e nenhum outro veículo de comunicação da cidade, mesmo os que se dizem líderes de audiência (não sabemos qual, porque aqui não tem nenhum medidor qualificado pra isso). 

Pra quem não estava lá, é preciso saber que o espetáculo, que pode parecer algo comum, tem um custo alto para o seu realizador ( SESC ) e seu principal e único patrocinador ( Prefeitura ). Segundo a gerente do SESC local, Andrea Marquim, a entidade investirá cerca de R$ 120 mil na produção e apresentação do espetáculo Horizonte da Paixão neste ano de 2012. A Prefeitura, por sua vez, segundo o Secretário de Turismo, Albérico Pacheco, tem um investimento estimado entre R$ 35 mil e R$ 40 mil, principalmente na parte de infraestrutura.

São 80 atores, 70 técnicos e pessoal de apoio que recebem um cachê, além de alimentação e todo o aparato logístico necessário a realização do espetáculo. De acordo com Andrea Marquim, além de todo o pessoal envolvido diretamente no espetáculo, o SESC ainda coloca em ação o seu corpo funcional para que tudo saia dentro do esperado.
Entre as novidades deste ano está a apresentação do sábado, dia 7, que acontecerá impreterivelmente às 18h, atendendo solicitação da Igreja, já que muito fiéis ficavam divididos entre a homilia e o espetáculo que cruza a frente da Matriz do Livramento. Outra novidade virá na parte dos figurinos, assegurou Sandra Lira. São mais de 200 peças que compõem o vestuário do espetáculo; e este ano, cenários como o de Herodes e Pilatos vão ter novos figurinos. Falando em cenários, quem for assistir a apresentação também verá espaços maiores, mais beleza e dimensão nas cenas que contam os últimos dias de Cristo na terra.

Por sua vez, a trilha sonora do espetáculo Horizonte da Paixão começa a ter vida própria, fugindo dos clichês de Fazenda Nova e criando, aos poucos, um repertório próprio. Segundo o Maestro Eduardo Spinhara, este ano algumas cenas da Paixão terão música criadas unicamente para o espetáculo. O objetivo é nos próximos anos ter um repertório exclusivo dos músicos de Arcoverde para encenar o Horizonte da Paixão. Este ano serão utilizadas 37 músicas ao longo de todo o espetáculo. Outras duas outras surpresas estão guardadas para o Bacanal de Herodes e a Ressurreição de Cristo.  

A expectativa é de que pelos menos entre 5 mil e 8 mil pessoas assistam ao espetáculo Horizonte da Paixão diariamente, de acordo com o Secretário de Turismo Albérico Pacheco. 
Foto e Informações: Arcoverde de Todos

Bicentenário de Olho d´Água Um século da chegada da ferrovia a Rio Branco.

março 31, 2012
Recebi este texto de Pedro Salviano e gostaria de dividir com vocês.


Bicentenário de Olho d´Água Um século da chegada da ferrovia a Rio Branco.

Os documentos disponíveis confirmam que o primeiro arruado surgiu em Olho d´Água, a primeira denominação da atual Arcoverde, há 200 anos. E, no próximo dia 13 de maio, deveria se comemorar o primeiro centenário do grande motivo do progresso do atual município, a chegada da rede ferroviária.
                Apesar desta coluna ter tido a oportunidade de destacar esses assuntos (ver http://bit.ly/zLhtfy , http://bit.ly/HoBbpZ ), retomamos o tema para incrementar informações para um melhor resgate desta  memória.
                Desde quando existimos?  Que nomes já tivemos? Quem foi mesmo que sugeriu o nome atual da nossa cidade? O nosso primeiro maior fator de progresso (a chegada dos trilhos) merece mais atenção? Vamos pensar sobre estes assuntos?
                Comecemos reproduzindo o documento que parece ser o mais antigo que trata dos nossos primórdios.
                3 março de 1812 - Registro da Provisão de juiz do limite a José Reis de Lima. O juiz ordinário, presidente e mais senadores da câmara da vila de Cimbres da nova comarca do sertão de Pernambuco este presente ano, por Sua Alteza Real o Príncipe Regente nosso Senhor que Deus guarde.
Fazemos saber aos que esta provisão virem, que havendo respeito a José dos Reis Lima ter sido nomeado pela câmara do ano passado para servir o cargo de juiz do limite do lugar do Olho D´água e seus subúrbios, como igualmente foi de presente nomeado pela presente câmara para servir este presente ano o dito cargo do mesmo lugar acima declarado e conhecerá verbalmente das contendas que forem entre os moradores do dito seu limite, até a quantia de 400 réis, sem apelação nem agravo, verbalmente, sem fazer processo e da mesma maneira conhecerá, segundo as posturas do Conselho, dos crimes e danos e não conhecerá sobre crime algum, digo conhecerá de contenda alguma de bens de raiz. Não conhecerá sobre crime algum, porém poderá prender os malfeitores que forem achados cometendo malefícios em dito seu limite, ou aldeia, ou povoações, ou se lhe for requerido pelas partes que o prenda, tendo-lhe mostrado mandato ou querela por que o devam ser e tanto que forem presos os mandarão entregar aos juízes ordinários. Toda esta jurisdição é concedida pela ordenação, acrescendo mais o poderem trazer vara, e vencerá os emolumentos que lhe são concedidos, guardando a forma do regimento. E para constar, mandamos passar a presente, em vereação de 3 de março de 1812. Eu, João Nepomuceno da Costa Galvão, escrivão da câmara o escrevi. Leite. Machado. Cavalcanti. Menezes. E não se continha mais em dita provisão, que bem e fielmente copiei e à mesma me reporto. Vila de Cimbres, 3 de março de 1812. Em fé de verdade, o escrivão da câmara, João Nepomuceno da Costa Galvão. Obs. Notas adicionais de Gilvan de Almeida Maciel: XLIV – A jurisdição do juiz do limite era Olho d´Água e “seus subúrbios”. Trata-se, com certeza, de Olho d´Água dos Bredos, posteriormente Rio Branco e, hoje, Arcoverde.

Livro da Criação da Vila de Cimbres (1762-1867) – Recife, 1985. Pág. 227
                Ao que parece, para se diferenciar de tantos outros lugares que tinham o mesmo nome, Olho d´Água, 48 anos depois, em 1860, começa a ser anotado como Olho d´Água dos Bredos, como aparece neste documento do livro de registos de óbitos da igreja católica.


[1860] - Aos vinte e quatro de abril de mil oitocentos e sessenta e sete me foi entregue com encomendado Exmo. Ver. Senhor vigário capitular Joaquim Francisco de Farias o qual é do teor seguinte: Manda ao reverendo pároco de Cimbres que adiante por mim assinado, abra no respectivo livro, o óbito de Maria Joaquina Cordeiro, casada que foi com José Domingos da Silva da Cunha, por ter esta justificação perante mim, ter a dita sua mulher falecida a trinta de junho de mil oitocentos e sessenta, e ter sido sepultada na Capela de Nossa Senhora do Livramento da Povoação de Olho d´Água dos Bredos, filial da referida freguesia de Cimbres. Dado no Palácio da Soledade aos 11 de abril de 1867. Doutor Faria. E para constar fiz este assunto que assino. O Vigário Domingos Leopoldo da Costa Espinosa.
Livro de Óbitos 1865-1899 – Cimbres (http://bit.ly/H21aQ6  imagem 21/91)
                Sobre o vigário: Padre Domingos Leopoldino da Costa Espinosa – 1º Vigário da freguesia de Sant´Águeda de Pesqueira, desmembrada da de Nossa Senhora das Montanhas de Cimbres em virtude da lei n.º 966, de 1870. Veio transferido desta última freguesia e ocupava uma cadeira na antiga Assembleia Provincial. 
Ruas de Pesqueira. Recife, 1987. pág. 60. José de Almeida Maciel.


José de Almeida Maciel “seu Cazuzinha", da Loja Sant`Águeda, em Pesqueira – 1884-1957 historiógrafo que sugeriu a mudança de nome Rio Branco para Arcoverde.

                Do livro Questões de Toponímia Municipal Pernambucana – Recife, 1984 – pág. 114. [de trabalho publicado em “A Região”, de Pesqueira, 15-3-1943]. José de Almeida Maciel:

                A vizinha cidade do Rio Branco está sem jeito... tem cinco homônimas mais antigas inclusive uma capital. Voltará ao nome Olho d´Água dos Bredos? Será Utinga? (u-  rio, tinga- branco). Utinga é o nome de vários engenhos situados nos municípios de São Lourenço, Iguarassu, Ipojuca e Cabo, também de um riacho afluente do Pirapama, ainda de um outro que juntamente com o Pitanga constituem o rio Igarassu. Ipu (olho d´água) já é a denominação de uma cidade cearense. Olho d´Água (sem os bredos) coincide com seis vilas existentes em São Paulo, Minas, Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte e Pernambuco (município de São Gonçalo):  a prevalência do predicamento de cidade levaria todas elas de rojo. De qualquer modo a homenagem prestada ao grande vulto nacional o Barão do Rio Branco desaparecerá, privando Pernambuco do preito de admiração representado em o nome de um dos seus mais florescentes municípios. A minha sugestão é que se a revisão vier, o município de Rio Branco, filho emancipado de Pesqueira tenha a denominação Arcoverde, homenageando o seu eminente filho que também é filho do antigo município onde nasceu em 1850. Essa homenagem póstuma ao eminente sacerdote 1º Cardeal da América Latina, estou bem certo, honra e ufana sobremaneira aos atuais rio-branquenses. A vila de Arcoverde, antiga Mimoso, voltaria à denominação anterior, mesmo porque há outra vila de Arcoverde, de nome mais antigo, no município de Campos Novos do Estado de Santa Catarina. Por sua vez, o velho povoado de Mimoso, do município de Bezerros (ainda será dos Bezerros?), e que na revisão de 1938 arbitrariamente conservaram-lhe o nome em duplicata substituída por uma outra que melhor se lhe aplicasse.
                No livro Minha Cidade, Minha Saudade. Recife, 1972, página 132, Luís Wilson deixou o registro:
                1944 - Em 1944, pelo Decreto-Lei Estadual nº 952 de 31 de dezembro de 1943 Rio Branco teve o seu topônimo modificado para Arcoverde. Homenagem a D. Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti, primeiro Cardeal da América Latina, em 1905. Quando da revisão toponímica, realizada em 1943, por força de um decreto federal, cuja finalidade era acabar (como o fez), com as duplicatas dos nomes de cidades e vilas, em todo o país, o nome que havia sido escolhido para Rio Branco fora “Bredos”. Rio Branco não podia continuar, por já existir um nome mais antigo que o nosso, no Acre. Antônio Napoleão Arcoverde pensou em dois nomes, um dos quais Tacá. Lembrado pelo historiógrafo José de Almeida Maciel (“seu Cazuzinha", da Loja Sant´Águeda, em Pesqueira), surgiu o nome Arcoverde. Esta denominação, no entanto, era, a da vila de Mimoso (o secular Mimoso das Bulhas, pertencente a Pesqueira), surgiu o nome Arcoverde. A dificuldade, todavia, era haver também, em Santa Catarina, outra cidade com o nome deencarregada da Revisão Toponímica do Estado de Pernambuco, solicitou, então, à Comissão de Santa Catarina, que abrisse mão da denominação de “Arcoverde” para o Estado de Pernambuco, no que foi atendido. O nosso secular “Mimoso” (que havia sido também denominado “Freixeira”), voltou ao seu primitivo nome. E, assim, como homenagem a D. Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti é que somos, hoje, Arcoverde.
­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­________________________________________________________
CRONOLOGIA:
1812: Primeiro dado documental da existência de Olho d´Água.
1860: O povoado já ganharia o nome de Olho d´Água dos Bredos.
1909: Olho d´Água dos Bredos ganha a situação de vila (Lei Estadual nº 991, de 1 de julho)
1912: Em 13 de maio é inaugurada a estação ferroviária, já mostrando o novo nome Barão do Rio Branco (que ficou sendo chamado pelo costume popular de apenas Rio Branco).
1928 (11 de setembro): Rio Branco é elevada à condição de cidade e sede do município, pela lei estadual nº 1931, de 11-09-1928. Instalado em 01-01-1929.
1943 - Na revisão toponímica Rio Branco tem seu topônimo mudado para Arcoverde, em homenagem a D. Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti, 1º. Cardeal do Brasil e da América Latina. Isto se deu pelo Decreto-Lei Estadual n. 952, de 31 de dezembro daquele ano de 1943, assinado por Júlio Celso de Albuquerque Belo, presidente da Câmara Estadual, titular do governo estadual na ocasião.


 Ainda se pode ver na velha estação o nome BARÃO DO RIO BRANCO que foi substituído por ARCOVERDE  (foto PSF- novembro de 2011).

                Ainda sobre a Great Western, existem muitas informações tanto nas bibliotecas como na web (ex. http://bit.ly/H4neHS  e http://bit.ly/HkTwz2 ). Pela estante virtual adquirimos o livro “História de uma estrada-de-ferro do Nordeste”, de Estêvão Pinto do qual apresentamos as imagens dos diretores do tempo da chegada daquela empresa ao nosso município.


O superintendente A.T. Connor e David Simson, presidente da Great Western no período de 1909 a 1913. Fotos do livro História de uma estrada-de-ferro no Nordeste

No período de 1909 a 1913, que corresponde à administração A. T. Connor e à presidência de David Simson, prosseguiram os trabalhos ... da linha de Pesqueira, com a inauguração, em 1911, das estações de Ipanema e Mimoso, num percurso de trinta quilômetros e, logo no ano seguinte, com a de Barão do Rio Branco (anteriormente Olhos d´Água dos Bredos e hoje Arcoverde). Essa linha até Olhos d´Água dos Bredos constituía a primeira seção do prolongamento de Pesqueira a Flores.

Do livro «História de uma estrada-de-ferro no Nordeste. (Contribuição para o estudo da formação e desenvolvimento da Empresa The Great Western of Brazil Railway Company Limited e das suas relações com a economia do nordeste brasileiro)», de Estevão Pinto, Livraria José Olympio Editora, S. Paulo, 1949. pág. 139.

Pedro Salviano

SENAI oferece estagiários em Araripina.

março 30, 2012

A Escola Técnica SENAI de Araripina está convocando os empresários da toda a região para absorver os 26 alunos do Curso de Técnico em Administração de Empresa que terminaram as 800 horas do currículo escolar e estão aptos para a prática no marcado de trabalho. 

Os estudantes precisam, para que sejam certificados, completar a carga horária de 200 horas de estágio curricular não remunerado, que pode ser realizado em empresas do setor industrial, comércio e serviços.

Mas não são apenas os alunos que ganham com isso, os empresários que dão essas oportunidades terão nos seus quadros de colaboradores, jovens com idades entre 17 e 18 anos, e com habilidades que passam pelas disciplinas de gestão, administração, direito empresarial, informática aplicada à administração e formação de empreendedores, entre outras. Todos fazem parte do Programa de Educação Básica e Educação Profissional (EBEP), uma parceria entre SENAI e SESI, que visar profissionalizar estudantes do ensino médio. Para oferecer vagas para estagiários o empresariado deve entrar em contato com a Escola Técnica SENAI de Araripina pelo fone: (87) 3873.1594.

Informações: Rossana Fonseca

Pernambuco terá Comissão da Verdade.

março 30, 2012
Eduardo Braga/SEI

Às vésperas de completar 48 anos, o golpe militar ainda repercute em Pernambuco. Desta vez, de forma positiva. Nesta sexta-feira (30/03), o governador Eduardo Campos enviou à Assembleia Legislativa (Alepe) o Projeto de Lei que trata da criação da Comissão Estadual da Memória e Verdade.  

O Projeto de Lei foi enviado em regime de urgência e sua apreciação deve ser feita dentro de 15 dias. “Depois de tramitar na Assembleia, não demorará 15 dias para que nomeemos os seus integrantes”, garantiu o governador.

De acordo com a mensagem encaminhada à Alepe, à Comissão “incumbirá examinar e esclarecer eventuais violações de direitos humanos praticadas no período do regime militar brasileiro, no âmbito do estado de Pernambuco, a fim de efetivar o direito à memória e à verdade histórica e promover a reconciliação estadual”. O período investigado vai desde o final do Estado Novo (1946) até a promulgação da Constituição, em 1988.

A solenidade no Palácio do Campo das Princesas contou com a presença de vários ex-presos políticos. Neto do ex-governador Miguel Arraes, deposto pelo golpe militar em 1º de abril de 1964, Eduardo Campos estava visivelmente emocionado. “É um dia de muitas recordações”, disse. “Não estamos aqui para atos de revanche, mas sim para legar às futuras gerações a verdade. Não queremos a história pelo olhar daqueles que dominaram esse país por séculos e séculos. Queremos a possibilidade do povo contar a história verdadeira. Esse é um direito da cidadania brasileira e um dever nosso para com a história”, cravou Eduardo.

Militante dos direitos humanos desde 1964, o vereador de Olinda Marcelo Santa Cruz pode ser considerado um símbolo da luta contra o regime militar em Pernambuco. Exilou-se por dez anos, viu a irmã ser torturada e presa e, até hoje, sua família não tem informações do seu irmão Fernando Santa Cruz, desaparecido desde 1977. Para o militante-parlamentar os crimes conta a humanidade “não prescrevem nunca”.

 “É uma dia histórico de muita alegria, mas também de muitas recordações tristes e dolorosas. Nós que sobrevivemos a esse período temos a obrigação de esclarecer as circunstâncias em que esses desaparecimentos e mortes aconteceram. Só assim poderemos dizer que alcançamos a consolidação da democracia“. 

A Comissão será formada por nove membros e terá, no mínimo, seis representantes da sociedade civil.  O mandato de cada um deles será de dois anos, podendo ser renovado uma única vez por igual período. Não poderão compor o grupo aqueles que exerçam cargos em partidos políticos ou em cargos comissionados do serviço público. “Depois de tramitar na Assembleia, não demorará 15 dias para que a gente volte aqui nessa sala para nomear os nove membros dessa comissão que já deveria ter começado há muito tempo”, garantiu o governador.

O grupo irá coletar testemunhos, dados e documentos assegurando o anonimato do detentor ou depoente e ainda solicitar, junto aos órgãos do Poder Público tais informações, ainda que consideradas como sigilosas. Também terá o poder de convocar pessoas que possam guardar relação com os fatos e circunstâncias examinados e investigar a veracidade dos fatos. “O que buscamos é estabelecer a verdade, sem ranços, sem caça às bruxas”, sintetizou a secretária estadual de Direitos Humanos, Laura Gomes.

Fonte: Sei

22.ª Festival de Inverno de Garanhuns apresenta mudanças.

março 30, 2012


Um dos eventos mais importantes do circuito de festivais culturais do Pernambuco Nação Cultural, o Festival de Inverno de Garanhuns – FIG promete muitas novidades para este ano. E para comemorar a 22ª edição do evento, algumas mudanças aconteceram e serão implementadas, visando otimizar a grandiosidade da Festa. O FIG irá acontecer de 12 a21 de julho, favorecendo turistas, bem como a rede hoteleira local, comerciantes e demais envolvidos, numa preparação antecipada para curtir a festa. A ideia é ampliar o leque de atrações do evento, trazendo artistas internacionais. 


A grade de programação será anunciada com mais antecedência, este ano. Certamente entre o final de maio e o início de junho. O Edital será aberto para todo o Brasil. A convocatória artística para o recebimento de propostas para o Festival de Inverno, acontecerá na primeira quinzena de abril. Para os artistas locais, a Prefeitura de Garanhuns vai publicar o edital por meio do site oficial, que deverá ser preenchido e posteriormente impresso e anexado junto à documentação exigida, para ser entregue à Secretaria de Cultura do Município.  

Haverá a separação dos palcos Pop e do Forró. Este último, provavelmente continua no Parque Euclides Dourado. Já o Palco Pop, ainda não tem definição de local. A iniciativa se deu em decorrência do espaço limitado que comportava um público grande e distinto, compartilhando os mesmos espetáculos. O aumento da capacidade de público dos espetáculos de circo, também é outra novidade a ser adotada pelos produtores do evento. É que agora 4 mil ingressos serão ofertados ao público.  


Sendo assim, o Circo será deslocado do Parque Euclídes Dourado, para o Centro Administrativo Municipal, com acesso pela Avenida Caruaru. “Antes, a estrutura era montada para atender 1 mil pessoas. Agora vai atender 2 mil pela manhã e 2 mil a tarde”, adiantou a secretária de Cultura de Garanhuns, Ana Nery Azevedo. A intenção é acomodar melhor as famílias que prestigiam as atrações do referido palco – um dos mais concorridos do Festival de Inverno de Garanhuns.  

Outra novidade em estudo para ser adotada neste Festival, será a saída do Teatro Infantil, do Parque Euclides Dourado para o Centro Cultual Alfredo Leite Cavalcanti. A mudança acontece em decorrência de melhores condições que o Teatro Luiz Souto Dourado oferece. Sendo assim, o Teatro Infantil ganha em qualidade de palco, iluminação, acústica e acomodação para os espectadores, formando a estrutura ideal, adequada para a realização dos espetáculos que iniciarão pela manhã. 

O Palco Instrumental, localizado no Parque Ruber Vander Linden (Pau- Pombo), será deslocado dos fundos para a parte central do referido Parque. A mudança objetiva a melhor visibilidade do público. Também integra o leque de mudanças desse 22º Festival de Inverno de Garanhuns, a retirada do Posto de Comando da Polícia Militar do Centro Cultural. O Posto vai ser instalado na área ao lado do Centro Cultural. A estrutura montada em formato de Stand, irá comportar recepção, 4 salas e banheiros. A iniciativa visa garantir a melhor segurança do evento. Uma Exposição Fotográfica fixa vai ocupar o espaço que antes era do Posto de Comando, no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti. A iniciativa vai acontecer já nessa primeira quinzena do mês de abril e terá funcionamento diário, aberto ao público.

Foram realizadas quatro reuniões em Garanhuns, para traçar as mudanças no FIG 2012. O cronograma de produção do evento está sendo cumprido. O objetivo é fixar o FIG no calendário nacional e implantar uma comunicação em nível internacional. “A intenção da Prefeitura de Garanhuns é contribuir para o desenvolvimento local, com as mudanças em prol do crescimento do Festival de Inverno. Que consequentemente geram o desenvolvimento econômico do Município. Pois esse é um dos maiores produtos turísticos do Estado e o maior no segmento Festival, no Brasil. Tudo isso, pela diversidade cultural que possuímos e apresentamos ao público, durante os dez dias de realização do evento”, assegurou Ana Nery.

Texto e informações: Prefeitura de Garanhuns

O Encontro Pernambucano de Empresas Juniores em Garanhuns.

março 30, 2012

Começou na noite de ontem em Garanhuns o Encontro Pernambucano de Empresas Juniores. Com a presença de aproximadamente 220 jovens empreendedores do Movimento Empresa Júnior - MEJ, assim como o prefeito do município Luiz Carlos de Oliveira, a primeira - dama Geni, o Secretário de Desenvolvimento Econômico Ornilo Luiz de Souza Lundgren Filho, o Coordenador do Curso de Administração em Marketing da FAGA Rogério Paiva , o Coordenador Geral da FAGA, Adriano Sena, Ana Paula Pereira, Presidente da Brasil Júnior, Igor Casteli, Presidente da FEJEPE, Flávio Vasconcelos, Coordenador Geral do Encontro e do jornalista Rodrigo Solano um dos finalistas do Programa Aprendiz Universitário.

O Prefeito Luiz Carlos abriu o evento falando a respeito das dificuldade enfrentadas pelos comerciantes com cargas tributárias, ressaltando em seguida, as caraterísticas econômicas, turísticas e culturais de Garanhuns e convidou os participantes do evento a conhecerem a cidade através de um City Tour disponibilizado pela prefeitura.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ornilo Lundgren, lembrou que Garanhuns concorria com outra cidade e agradeceu pela confiança e escolha para a realização do evento.

Ana Paula, Presidente da Brasil Júnior, agradeceu a receptividade que recebeu da cidade e destacou a importância do evento para empresas juniores.

Flávio Vasconcelos, Coordenador Geral do Evento, destacou que a parceria firmada com a prefeitura através de Ornilo foi fundamental para que Garanhuns fosse escolhida para a realização do evento.

Após a abertura, houve uma palestra com Rodrigo Solano, um dos finalistas do Programa Aprendiz Universitário intitulada: " Sua Essência para o Sucesso- Vivendo o Aprendiz", onde relatou a sua experiência no programa e da importância de não se ter medo de ser você mesmo e tão pouco de arriscar.


O evento está acontecendo e reúne empresários dos estados do Ceará, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Distrito Federal.

Após a abertura do evento, os participantes se dirigiram ao Bar Alforria onde puderam conferir um show com Ronaldo Cesar e a Tropicana.

Amannda Oliveira

Policiais do GATI 6.º CIPM, realizam operação Risco Zero e apreendem 500kg de couro de jumento e cavalo abatidos de forma clandestina.

março 30, 2012

Policiais Militares do GATI da 6ª CIPM, nesta manhã de 30 de março de 2012, quando realizavam a Operação Risco Zero no município de Limoeiro, comandados pelo 1º Tenente PM Suassuna, avistaram no terreno atrás do Matadouro, um veiculo Fiat Strada, de cor branca, de placa NCH – 7488.

Suspeitando da situação o efetivo policial foi averiguar e ao fazer deslocamento dois outros elementos que estavam no local se evadiram, quando avistaram o policiamento e o terceiro elemento Tomaz Tavares de Sales, 22, foi detido. 

Na caçamba do veiculo foi constatado que existia uma grande quantidade de couro de animal pesando aproximadamente 500kg e Tomaz informou ser de cavalo e jumento que são abatidos clandestinamente em diversos locais em Limoeiro, sendo as carnes comercializadas nos Mercados de Afogados, no Recife e Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes.

O preso declarou que toda semana vem a Limoeiro para coletar os couros provenientes dos abates irregulares e transporta para o município de Passira para o comerciante de couros conhecido como "Marcos de Bero", que possui um curtume onde é feito o tratamento dos couros e posteriormente vendido como se fosse de bovinos e ovinos.O preso juntamente com os materiais apreendidos foi levado para a Delegacia de Polícia de Limoeiro onde ficaram à disposição da autoridade policial para dar prosseguimento às investigações.

Informações: Antônio Francisco Pereira

Coletiva de imprensa anunciará programação do "Festival PE Nação Cultural do Moxotó" na próxima segunda-feira.

março 30, 2012

Confirmada para a próxima segunda-feira (02), às 11h, no Teatro do Arraial, a coletiva de imprensa do Festival Pernambuco Nação Cultural do Sertão do Moxotó. Realizado pela Fundarpe, entre os dias 09 e 14 de abril, o evento terá Arcoverde como cidade sede e ainda contará com a participação de mais seis municípios, que integram a Região de Desenvolvimento do Moxotó (Sertânia, Custódia, Betânia, Ibimirim, Manari e Inajá)



Na Terra do Cardeal, terão quatro polos de animação espalhados. O principal estará localizado no largo do Cecora, onde haverá atrações durante os quatro dias do Festival. “Cada noite será voltado para um tipo de música, entre elas, Forró, Pop Rock, MPB e Ritmos Brasileiros (Samba, Frevo, Maracatu)”, esclarece o secretario de Turismo e Eventos, Albérico Pacheco.



Na sexta-feira (13) e no sábado (14), sempre a partir das 18 horas, os demais polos apresentarão suas atrações. No Coreto, da Praça da Bandeira, haverá performances artísticas; no Polo da Poesia, que acontecerá na Bodega da Poesia, no São Cristóvão, haverá rodadas de violeiros, declamadores e aboiadores e no da Cultura Popular, que será no bairro do São Miguel, haverá, primordialmente, apresentações de diversos grupos culturais, entre eles, os de pífanos, reisados, cirandas e sambas de coco.



Para as oficinas, entre alguns temas estão Fotografia e Artes Plásticas. O lugar escolhido foi o SESC da cidade, sempre nos horários diurnos.



Durante a semana, o Festival contará também com a Tenda Cultural, sob responsabilidade do Movimento Cultural de Arcoverde, onde devem acontecer feiras, exposições.



“Está sendo elaborado um grande encontro dos Bois Campeões de cada grupo do Carnaval de Arcoverde 2012, os quais circularão pela cidade”, finaliza Pacheco, que acredita na oportunidade para divulgar ainda mais a cultura e a tradição da cidade e do interior.


Fonte: Arcoverde de Todos

Começou em Garanhuns o Encontro Pernambucano de Empresas Juniores

março 29, 2012





Logo mais a matéria completa.

Governo lança edital de corredor Norte-Sul na Agamenon Magalhães.

março 29, 2012
Foto: Aluizio Moreira/SEI

A mobilidade urbana da Região Metropolitana do Recife no foco do Governo de Pernambuco. Nesta quinta-feira (29), o governador Eduardo Campos e o secretário das Cidades, Danilo Cabral, lançaram o edital de licitação para o início das obras da 2.º etapa do corredor Norte-Sul, durante entrevista coletiva no Palácio do Campo das Princesas. O certame será publicado nesta sexta-feira (30), no Diário Oficial do Estado, e nos veículos impressos de grande circulação do estado. 

Para Eduardo, o corredor Norte-Sul vai beneficiar todos os passageiros que diariamente fazem esse trajeto norte-sul. Os números apontam para quase 350 mil passageiros, que anseiam por um transporte público mais ágil e pontual. “É impossível ficar na Agamenon Magalhães em horários de pico com 5 km/h e as pessoas num ônibus lotado e em pé. Ou seja, quem vive essa realidade é quem está nos pedindo que tenhamos a coragem de fazer essas intervenções”, afirmou o governador.  

Esta etapa prevê obras em 4,7 km da Avenida Agamenon Magalhães, da antiga fábrica do Tacaruna até o Terminal Joana Bezerra. São R$ 110 milhões para a construção de um corredor exclusivo de ônibus, a pavimentação de toda a via, cinco passarelas para pedestres e nove estações climatizadas e informatizadas, com painéis fornecendo os horários das linhas. As estações, com capacidade de até 1.200 passageiros, serão erguidas sobre o canal da Agamenon - no canteiro central da via – a uma distância média de 400 metros umas das outras.  

O projeto prevê ainda o alargamento dos dois viadutos da Avenida João de Barros, e o alargamento do pontilhão de cruzamento das ruas Dr. Leopoldo Lins e Buenos Aires. “É uma decisão política de valorização do transporte público de passageiros. O transporte individual vai aumentar em 50% a velocidade média, atualmente em 20 km/h. Já os ônibus vão ganhar até 2x mais, chegando a 60 km/h. Melhorando o transporte público, convencemos mais pessoas a deixarem os carros e utilizarem os coletivos.”, disse Danilo Cabral.  

Das passarelas, quatro se interligam aos viadutos da Paissandu, Bandeira Filho, Rui Barbosa e Joaquim Nabuco, e uma outra ao Shopping Tacaruna, em Santo Amaro. Os pedestres terão acesso ao equipamento por meio de elevadores e escadas. As passarelas serão interligadas às estações de TRO que ficarão localizadas ao longo do canteiro central da Avenida Agamenon Magalhães. 

Corredor Norte-Sul – A 2.º etapa do corredor Norte-Sul se integra à primeira etapa – de Igarassu ao centro do Recife -, cujas obras começaram em janeiro deste ano ao valor R$ 151 milhões. A intervenção passa ainda pelos municípios de Abreu e Lima, Paulista e Olinda, atendendo a 146 mil passageiros. O percurso total é de 33,2 km, com 33 estações interligadas a quatro terminais integrados: Igarassu, Abreu e Lima, Pelópidas Silveira e PE-15.

Quando totalmente concluído, o Corredor Norte-Sul vai integrar-se ao Sistema de Metrô e aumentar em quatro vezes a procura pelo modal. Hoje, o transporte é utilizado por 100 mil pessoas.  As estruturas dos corredores também foram projetadas para suportar outros modais, a exemplo do VLT (veículo leve sobre trilho). "Se daqui a alguns anos esse tipo de transporte for viável, financeiramente falando, o Estado estará preparado para fazê-lo, sem excluir ninguém por conta do preço alto das passagens", explicou Eduardo.


Informações: SEI
Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.